Instrutor Corporativo – Como melhorar a Comunicação com os Participantes

Instrutor Corporativo – Como Melhorar a Comunicação com os Participantes

 

A dificuldade de se comunicar é percebida em muitas pessoas, porém, este problema se agrava no meio corporativo. Uma empresa que não se comunica bem, acaba por sofrer as consequências de não ser compreendida.

Essa falha de comunicação pode ser relacionada com o posicionamento do negócio, falta de explicação clara sobre seus serviços ou ausência de foco empresarial. Os erros de comunicação entre os profissionais de um ramo também gera desgaste e conflitos desnecessários.

 

 

 

 

Se a sua empresa apresenta um desses problemas, é importante tomar algumas atitudes para contornar e melhorar essa comunicação.

Por este fator é de suma importância ter um treinamento especifico dentro da empresa, ter um instrutor de qualidade para que possa mostrar aos participantes como melhor sua comunicação dentro e fora do meio corporativo.

Você pode ver sobre alguns pontos importantes no nosso artigo “Por que ser um Instrutor Corporativo”.  Lá você vai ver fatores para se tornar um grande instrutor e ao mesmo tempo ver links de novos artigos que ajudaram você como instrutor.

Instrutor  Corporativo – Colocando–se no Lugar de cada Participante

Instrutor  Corporativo – Colocando–se no lugar de cada participante

 

Conversar com os participantes e entender o que está acontecendo com cada membro é a melhor maneira de se tornar um instrutor ideal para exercer uma posição de comando em uma empresa.

Entretanto, diante do aumento das cobranças por resultados melhores e maior agilidade na entrega de projetos, é cada vez mais comum ter um instrutor que simplesmente não sabe lidar com pessoas e, por isso, se transforma em uma pessoa fria e sem inteligência emocional, o que gera discussões sobre o futuro de cada participante e sobre o aprendizado do mesmos.

 

 

Estima-se que nos últimos dez anos, houve uma redução de 30% nos níveis de empatia dos profissionais de treinamento, e os mesmos falham nos feedbacks por não entenderem o perfil de cada participante.

Para reverter esse cenário, diversas empresas promovem treinamentos para desenvolver a inteligência emocional dos treinadores.

Assim, eles entenderão o impacto das emoções no seu treinamento e conseguirão lidar de uma forma mais efetiva com dilemas do cotidiano, tornando-se profissionais ainda mais competentes e que possam ter um ótimo relacionamento com todo o meio corporativo.

Instrutor Corporativo – Por que Melhorar o Dinamismo dos Participantes

Instrutor Corporativo – Por que Melhorar o Dinamismo dos Participantes

 

Querer  participantes e visar metas para eles é de suma importância. Mas isso não funciona se os membros não se sentirem motivados o suficiente para executar as tarefas rapidamente e de  forma consistente.

 

Se esses participantes  não tiverem as ferramentas certas ou treinamentos, eles não poderão se sentir confortáveis ou confiantes sobre as tarefas que você atribuiu para os mesmos. Eles necessitam ter credibilidade em você instrutor, para que gere um melhor dinamismo entre cada um.

 

Dinamismo
Reunião das forças que estimulam, movimentam ou animam o sujeito (ser).

 

Começar a demonstrar que você como instrutor acredita nos participantes  é  de  alto  valor. Isso vai  levar cada membro para um padrão mais elevado, pois cada um vai ter confiança que pode sim alcançar esses padrões. Tente estas dicas, especialmente quando as coisas ficarem difíceis.

 

Você pode entender melhor sobre o como ser um instrutor e suas tarefas em nosso artigo “Por que ser um Instrutor Corporativo’’.

Instrutor Corporativo – Poder De Influência nos Participantes

Instrutor Corporativo- Poder De Influência Nos Participantes

Prazos curtos. Metas cada vez mais audaciosas. Pouca ou nenhuma tolerância a erros. A realidade de quem trabalha no mercado corporativo dificilmente deixa de contar com um desses três pilares.

O melhor a se fazer é colocar em prática alguns desses fatores e se conseguir, realizar  todas essas metas. Tal prática, que deveria estar no topo de prioridades de toda empresa, acaba passando despercebido.

 

 

 

Uma liderança eficaz e a motivação são bases para consolidar um bom desempenho na organização e cada indivíduo é motivado de uma maneira diferente. Para isso ter instrutores altamente qualificados, serve de grande auxílio para um relacionamento e uma influência perante aos participantes que venham a ser treinados/capacitados.

 

Instrutor Corporativo – Por que ser um Instrutor Corporativo?

Instrutor Corporativo – Por que ser um Instrutor Corporativo?

 

A principal responsabilidade de um Instrutor é basicamente preparar e ministrar treinamentos. Replicar e/ou apresentar atividades teóricas e práticas conforme projeto ou objetivo estabelecido, desta forma, o mesmo precisa orientar, acompanhar e avaliar o aprendizado dos participantes.

 

Estes profissionais precisam desempenhar um papel de liderança e influência perante sua equipe e/ou participantes, mesmo porque são vistos como “porta-vozes”.

 

Qualquer que seja a razão e independentemente dos desafios a serem enfrentados, realizar e organizar treinamentos é uma imensa oportunidade. E quando oportunidades são bem aproveitadas, certamente várias portas são abertas. Dentro da empresa, normalmente ganha-se visibilidade e credibilidade, e fora dela, oportunidades de ensinar pessoas e profissionais que queiram adquirir mais conhecimento em sua área.

 

Mas, para que oportunidades ou novas possibilidades apareçam, é preciso que um instrutor corporativo reúna qualidades como:

 

 

Mesmo com essas qualidades, não importa quanto experiente o instrutor seja, é sempre importante ressaltar que a capacitação contínua é fundamental para se destacar na organização e no mercado de trabalho.

Instrutor Corporativo – Multiplicadores Dentro da sua Empresa

Instrutor Corporativo – Multiplicadores Dentro da sua Empresa

 

Há muitos anos a preocupação com a transmissão do conhecimento deixou de ser exclusiva das escolas e universidades. Dentro das empresas, o conceito tem sido cada vez mais propagado, seja através de programas de capacitação formal ou da criação de um clima organizacional que permita um ambiente de constante aprendizado. Neste cenário surge a necessidade de Multiplicadores.

 

Com o propósito de aumentar o capital intelectual, as empresas têm investido na capacitação de multiplicadores de conhecimento. Multiplicadores são colaboradores da empresa que possui a missão de transmitir aos demais colaboradores certos conhecimentos, estimulando um ambiente de contínuo aprendizado entre eles. O papel do multiplicador também pode ser  em absorver alguma informação importante e divulgá-la por toda a empresa.

 

Esse papel é muito útil porque muitas vezes é impossível disponibilizar todos os funcionários para um treinamento. Então a empresa treina um número limitado de funcionários, e esses propagam o conhecimento para os colegas de trabalho.

 

Uma das soluções mais adotadas para reduzir o custo com treinamento pelas organizações foi a de recorrer a multiplicadores internos. Quase 80% das organizações possuem sistemas formais de gestão voltadas para o impulso do compartilhamento de conhecimentos e troca de experiências.