Instrutor  Corporativo – Colocando–se no Lugar de cada Participante

Instrutor  Corporativo – Colocando–se no lugar de cada participante

 

Conversar com os participantes e entender o que está acontecendo com cada membro é a melhor maneira de se tornar um instrutor ideal para exercer uma posição de comando em uma empresa.

Entretanto, diante do aumento das cobranças por resultados melhores e maior agilidade na entrega de projetos, é cada vez mais comum ter um instrutor que simplesmente não sabe lidar com pessoas e, por isso, se transforma em uma pessoa fria e sem inteligência emocional, o que gera discussões sobre o futuro de cada participante e sobre o aprendizado do mesmos.

 

 

Estima-se que nos últimos dez anos, houve uma redução de 30% nos níveis de empatia dos profissionais de treinamento, e os mesmos falham nos feedbacks por não entenderem o perfil de cada participante.

Para reverter esse cenário, diversas empresas promovem treinamentos para desenvolver a inteligência emocional dos treinadores.

Assim, eles entenderão o impacto das emoções no seu treinamento e conseguirão lidar de uma forma mais efetiva com dilemas do cotidiano, tornando-se profissionais ainda mais competentes e que possam ter um ótimo relacionamento com todo o meio corporativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *